Confira como ver o CadÚnico do Governo Federal

Anúncios

O CadÚnico vai auxiliar na verificação se as pessoas estão aptas para receber. Confira Como Ver se você está no Cadastro Único do Governo Federal e receber ou não o auxilio de R$ 600,00 a 1.200.

O governo informou que irá pagar um auxílio de R$ 600 a trabalhadores informais, desempregados e MEIs para os inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania até o último dia 20 de março.

Existem três Canais para Saber se você está inscrito: site do Ministério da Cidadania, Aplicativo Meu CadÚnico e TeleAtendimento, confira os detalhes de cada.

Anúncios

Site Ministério da Cidadania

Para saber se o seu nome está no CadÚnico, você pode conferir neste site. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Cidadania, o site está apresentando instabilidade desde quarta-feira (01/04).

No endereço Canal Acima, você irá encontra: Um formulário, é preciso preencher o nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecionar o estado e o município onde que você mora. Após preencher, é só clicar em “Emitir” e, assim, saber se o seu nome está ou não inscrito no CadÚnico.

Aplicativo Meu CadÚnico

É possível também fazer a consulta pelo aplicativo Meu CadÚnico. clique aqui para baixar o aplicativo no seu celular. Após baixar e abrir o app, é só clicar em ‘entrar’.

Tele Atendimento

O Ministério também disponibiliza um canal de atendimento por telefone, clique aqui para ver para tirar as dúvidas sobre os programas sociais e CadÚnico no (0800 707 2003).

O serviço de ligação é gratuito, mas precisa ser feito por meio de um telefone fixo.

Os horários de atendimento são de 07h às 19h de segunda a sexta-feira e 10h às 16h nos finais de semana e feriados nacionais.

É preciso estar inscrito no CadÚnico para receber o auxílio de R$ 600?

O trabalhador de baixa renda não precisará estar inscrito no CadÚnico para receber o benefício, Será necessário apenas cumprir com o limite de renda média e prencher a autodeclaração.

O CadÚnico vai auxiliar na verificação dessa renda para quem está ou não inscrito no programa, A Analise será feita por meio de autodeclaração em plataforma digital, que não foi sinalizado como essa declaração será realizada.

Anúncios

Mas o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que trabalhadores informais que não constam em nenhum cadastro do governo devem ficar por último no cronograma de pagamento.

Compartilhar

Deixe um comentário