Empresas estão com vagas abertas em todo o país na Contramão das demissões

Anúncios

O cenário de demissões iminentes, corte de salário e redução da jornada de trabalho, conforme a medida provisória, a MP 936, que já está em vigor, é desanimador para boa parte dos trabalhadores brasileiros. Entretanto, como já diz o velho ditado, “enquanto uns choram, outros vendem lenços”.

Diante das reformulações emergenciais que se fizeram necessárias neste período de quarentena para conter a propagação do  coronavírus e atender à população, há setores que estão com alta demanda de profissionais e realizando contratações, especialmente os que são ligados às áreas da saúde, de abastecimento, como supermercados e higiene, e as de tecnologia devido ao grande número de empresas que estão com as equipes em home office e migrando para o varejo digital.

Na Catho, uma das maiores empresas de recrutamento e seleção, por exemplo, houve um aumento de 500% de vagas oferecidas na área da saúde na última semana, sendo técnicos de enfermagem e enfermeiros os principais cargos disponíveis.

Anúncios

Segundo Sofia Esteves, presidente do conselho do Grupo Cia de Talentos, que realiza grandes programas de recrutamento para multinacionais, além da saúde, os setores de higiene e agronegócio, alimentos, e-commerce e gestão de aplicativos estão entre os principais requisitados.

Do início das medidas de isolamento até agora, ela conta que menos de 2% dos projetos foram cancelados e as contratações continuam, agora, também com outro foco.

Neste momento, estão tendo muitas vagas para temporários em cargos mais operacionais para dar conta nas fábricas, principalmente em São Paulo, Rio e Minas Gerais, e oportunidades para posições estratégicas. As empresas estão buscando com urgência reforço para repensar suas estratégias e planejamento — esclarece Sofia.

Nas posições mais assertivas, Sofia destaca ainda as contratações para TI, cuja procura já era alta mas, que assim como o cargo de gerente de novos produtos, repentinamente, se tornou vital para a sobrevivência de empresas que apostam no online como a sua única chance de se manter no mercado. Também, puxado pelo cenário da pandemia, especialistas em RH ganham destaque.

O RH está em momento de protagonista, para organizar a empresa em home office, motivar e contratar, assim como os profissionais de TI. Outras duas áreas que vão começar a demandar profissionais são as comercial, marketing digital e e-commerce — acrescenta a especialista em recolocação Tais Targa.

Tais, porém, adverte que há empregadores usando o gancho da pandemia para fazer uma reestruturação na empresa.

Tenho percebido que algumas tiram quem não está performando bem ou já pensava em mandar embora e substituí por outro, às vezes, até com salários menores. Ou seja, há demissões, mas não vagas fechadas.

Uma outra ressalva dela é que no caso das demissões e cortes que estão acontecendo, os empresários e setores de RH sejam mais humanos, especialmente porque há muita tensão no momento e alguns desligamentos serão sem contato pessoal.

É preciso rever os processos de demissão. O momento precisa de extremo cuidado. Pode ser também uma oportunidade de negociação entre ambos — avalia Tais.

Vagas para ontem

Com a orientação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS) do isolamento social em casa para quem puder, as seleções também estão se adaptando. Com isso, o Itaú Unibanco está com processo todo online para preencher as 200 posições abertas na área de tecnologia, para vagas como analistas de qualidade e testes, engenheiros de software e arquitetos de soluções.

Outras seleções podem ser feitas tanto pelo site da empresa como presenciais, a exemplo da Apoio Ecolimp que tem 400 vagas abertas, entre auxiliar de limpeza e auxiliar de serviços gerais, para reforçar higienização em hospitais no Rio e em São Paulo. O processo seletivo é válido para maiores de 18 anos e não é necessária a comprovação de experiência anterior.

No caso de funções mais operacionais, como estoquistas, caixas e atendentes, grandes redes do comércio varejista estão com milhares de vagas temporárias pelo país dar reforço nas lojas diante da alta demanda de consumo.

O GPA, que detém as marcas Extra, James, Cheftime e Pão de Açúcar, está terminando o processo seletivo, feito às pressas, para a seleção de cinco mil funcionários, tanto para lojas físicas quanto e-commerce. Tudo está sendo feito por meios digitais e há chances de efetivação.

Precisamos manter as lojas e a operação funcionando para que as pessoas possam realizar suas compras. Estas contratações reforçarão nossos times para isso — diz Maria Schneider, diretora de recursos humanos do GPA.

No mesmo modelo de agilidade e ofertas, o Carrefour abre na próxima semana cinco mil postos de trabalho, entre fixos e temporários, em vários estados para funções como operador de loja, auxiliar de perecíveis, agente de prevenção, recepcionista de caixa, padeiro, peixeiro, técnico em manutenção e açougueiro.

Neste momento em que há aumento da frequência de consumidores nas lojas, estamos expandindo nossos serviços e nos preparando para atender a crescente demanda, tanto por meio das lojas físicas quanto por compras online — avalia João Senise, vice-presidente de RH do Grupo Carrefour Brasil.

A PepsiCo também abriu vagas temporárias para dar vazão no abastecimento durante a pandemia. Serão 500 postos de trabalho para início imediato em todo país para: entregadores, auxiliar de produção, operador de produção, técnico de qualidade e de manutenção, auxiliar de logística, motorista carreteiro, analista de controladoria e outras. O processo seletivo está em andamento e é todo online, como pede o momento.

Também com urgência, a GSK está contratando temporários em funções variadas: técnico químico, analista de controle de qualidade, almoxarife, além de automação e mecânico pleno com experiência na área de manutenção de indústrias farmacêuticas ou de alimentos.

E, nesta semana, o site Vagas.com reforçou a divulgação de mais de três mil vagas para a Rede D’Or São Luiz, em vários estados, por conta da pandemia do coronavírus.

São mais de 200 funções, entre elas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de radiologia, fisioterapeutas, maqueiros, auxiliares de coleta, auxiliares de suprimentos, farmacêuticos, pediatras, cozinheiros e recepcionistas.

Ainda para vagas essenciais no momento, de áreas que não podem parar, o site de empregos oferece oportunidades para atendente de loja e operador em mercados, técnicos e analistas de TI, temporário para transporte de cargas, auxiliar de logística, farmacêuticos e nas fábricas (manutenção, produção e almoxarifado).

Anúncios

Para quem for se candidatar a um emprego onde deve-se ir ao local de trabalho, é importante verificar as medidas de segurança adotadas por estas empresas, como uso de luvas, máscaras e álcool em gel. E para quem vai trabalhar remotamente, detalhar como será o fluxo de trabalho e ferramentas é fundamental. – Fonte: iBahia

Compartilhar

Deixe um comentário